Based in Sydney, Australia, Foundry is a blog by Rebecca Thao. Her posts explore modern architecture through photos and quotes by influential architects, engineers, and artists.

Diretor de Experiência de Usuário (UX) da Lumosity conta como atingir suas resoluções de ano novo

Você também fez algumas resoluções de Ano Novo para 2017? Na Lumosity, muitas vezes ouvimos de usuários, nesta época do ano, que uma de suas resoluções de Ano Novo é transformar o treinamento do Lumosity em um hábito regular. Nossa equipe de Experiência de Usuário (UX) trabalha para entender como os membros do Lumosity experimentam o produto - o que eles gostam, o que não acham legal, o que os faz retornar ao produto e o que pode impedi-los de fazer do Lumosity parte de sua rotina diária. Essas idéias estabelecem as bases para que nossa equipe de UX possa criar experiências mais enriquecedoras e envolventes para nossos membros.

Ao longo dos anos, desenvolvemos algumas características diferentes para ajudar nossos membros a transformarem o Lumosity em um hábito – como os lembretes de treinamento, por exemplo. No mês passado, lançamos nosso novo recurso Modos de Treino para facilitar com que nossos usuários treinem em diferentes estilos. Também lançamos o recurso cognitivo Descobertas, que permite que nossos membros desbloqueiem análises de suas tendências e padrões de treino, após terem concluído vários jogos.

Em seu papel como diretor de UX na Lumosity e seu trabalho de pós-graduação no Georgia Institute of Technology, Abhishek Gupta dedicou bastante tempo pesquisando e pensando sobre como projetar experiências que ajudem a formar hábitos. Quaisquer que sejam as suas resoluções de Ano Novo para 2017– relacionadas ao Lumosity ou não – Abhi tem algumas ideias sobre como você pode atingir suas metas.

-------------

É difícil aderir a resoluções durante um longo período de tempo, mas ainda é melhor do que não realizá-las. Apenas cerca de 8% das pessoas são bem sucedidas em realizar suas resoluções e menos da metade delas consegue atingir suas metas antes de seis meses. No entanto, as pessoas que explicitamente criam resoluções são 10 vezes mais propensas a atingirem seus objetivos do que aqueles que não fazem resoluções.

Para ter sucesso na realização de suas resoluções e manter seus novos hábitos, é importante colocar ênfase na maneira como você começa. Aqui estão algumas dicas:

Comece com um exercício de definição de resolução

Comece por dedicar um pouco de tempo para definir suas resoluções e planejar com antecedência. Reserve uma hora de sua manhã em seu calendário, (antes do início do novo ano, ou logo nas primeiras semanas do ano), e use esse tempo para determinar suas resoluções. Tome notas e evite distrações usando um caderno e uma caneta.

O exercício Pre-Mortem

A prática de conduzir pre-mortems foi inventada pelo psicólogo Gary Klien e popularizada por Daniel Kahneman. Exercícios pré-mortem estão se tornando comuns no mundo dos negócios, pois podem ajudar a mitigar o risco de fracasso. Nessa fase você deve pensar com antecedência e imaginar que você não tenha conseguido atingir suas resoluções, e perguntar-se o porquê. Fazer uma lista com razões plausíveis para o seu potencial fracasso irá ajudar você a estar consciente do que poderia prejudicar o seu sucesso no caminho. 

O exercício de fail-safe

Como um próximo passo, pense em soluções para as falhas encontradas no exercício anterior. Para manter um novo hábito, é importante criar fail-safe (prevenindo fracassos) para dois tipos de obstáculos inevitáveis: procrastinação de curto prazo e manutenção do hábito a longo prazo. Veja exemplos abaixo.

O exercício de ajuste fino

Após as etapas anteriores, ajuste a sua resolução com base nas soluções para os seus cenários de falha. Faça sua resolução específica e facilmente mensurável em uma base contínua. Com exceção de acontecimentos imprevisíveis, o exercício pre-mortem e os fail-safes irão ajudar você a persistir com sua resolução. 

Cenário de procrastinação de curto prazo

Digamos que sua resolução seja praticar a tocar violino com mais freqüência. Em seu pré-mortem, você percebe que você poderia falhar a cumprir esse objetivo porque você tende a voltar para casa cansado(a) após o trabalho e com preguiça até mesmo para pegar o violino. Para este cenário, você poderia projetar um fail-safe que force você a pegar o violino sem pensar: você poderia colocar o violino na sua cadeira favorita em casa. Isso poderia impedir você de procrastinar, já que você deve pegar o violino antes de se sentar. Depois disso, você pode ajustar sua resolução para ser mais específico: pratique o violino por 2 minutos cada vez que você se sentar em sua cadeira depois do trabalho.

Cenário de manutenção de hábito a longo prazo

Digamos que sua resolução seja ir dormir mais cedo todos os dias. Em seu pre-mortem, você percebe que você poderia falhar porque você tende a sair com seus amigos quase todas as noites. Para este cenário, você pode projetar um fail-safe onde você defina as expectativas com seus amigos sobre o seu horário de dormir. Você pede que seus amigos sejam o seu sistema de apoio e concordem de antemão em um horário limite. Em seguida, você pode ajustar sua resolução para ser mais específica e mensurável: Ir para a cama às 10 da noite pelo menos 6 dias por semana.

"Parte do meu papel na Lumosity é ajudar nossos usuários a adquirirem o hábito de treinar. Conhecimentos no campo de UX e descobertas de autores como Charles Duhigg, B.J. Fogg e Nir Eyal têm nos ajudado a projetar recursos que ajudem nossos membros a formarem um novo hábito", diz Abhishek Gupta.

Um modelo que você pode usar para manter suas resoluções é criar um Cue-Routine-Reward loop (ou algo como ciclo de impulso de rotina de recompensa) para si mesmo:

Cue é como um sinal que lembra você de executar a ação pretendida. Uma estratégia chamada Habit Chaining (Encadeamento de hábito) pode ser útil aqui, através da qual você pode vincular sua nova resolução a algo que você já tenha o hábito de fazer. Identifique um hábito existente e, em seguida, coloque um Cue (sinal) que você provavelmente notaria no caminho da realização de um hábito existente (por exemplo: coloque o seu violino – o sinal – na cadeira confortável que você geralmente usa quando chega do trabalho).

Rotina é a ação que você tem o objetivo de executar repetidamente. Uma estratégia chamada Tiny Habits (Pequenos hábitos) pode ser útil. Um hábito pequeno é a menor ação que você pode tomar que ainda pareça significativa (por exemplo, tocar violino por apenas 2 minutos). Faça algo pequeno, de forma consistente – não é preciso muito esforço para adotar o hábito, mas o poder da inércia pode levar você a manter esse hábito por mais tempo. Isso pode ajudar você a obter benefícios ao longo do tempo.

Uma recompensa é algo que proporciona você com gratificação para aderir ao seu novo hábito. Uma estratégia chamada Retenção pode ajudar. Retenha algo que você deseje e faça com que esta coisa se torne uma recompensa para você, por seguir com sua resolução (por exemplo: sem sobremesa até praticar o violino). Substitua sua recompensa periodicamente com algo novo para sustentar o seu hábito a longo prazo.

Estruturando o Cue-Routine-Reward loop (ou ciclo de impulso de rotina de recompensa) facilitará para que você forme e sustente novos hábitos. Certifique-se de se recompensar por alcançar marcos importantes. Tente também verificar o seu progresso regularmente, ajustar a sua estratégia conforme necessário e garantir que esses hábitos estejam colocando você mais próximo de suas resoluções e metas.

 

 

Faça a mala: Trazendo a tarefa Thurstone's Punched Holes para um jogo